Minhas Pinturas

Seguidores

Minha lista de blogs

sábado, 20 de outubro de 2018

A ESCOLHA

desenho crayon -dúvida


Às vezes ficamos numa encruzilhada querendo saber qual caminho escolher, mas nem sempre é uma simples escolha, principalmente quando depende de optar qual candidato seria melhor para governar nosso País.
E é também às vezes que a escolha é tão difícil que se torna quase impossível não errar! Ou erraremos com qualquer das escolhas, uma nos levará a candidatos com processos na justiça de roubos e falcatruas, outro quer implantar um regime que levamos vinte anos sofrendo sob punhos duros e espadas cortantes. Existem outros tantos candidatos, mas já sabemos de todas as implicações judiciais que todos têm, ou de suas promessa repetitivas que nunca se concretizaram.
E ainda no final de tudo nos o povo levaremos a pecha de que não sabemos escolher e votar, mas numa situação assim quem saberia?
Sei que a responsabilidade de cada um de nós brasileiros é enorme, e assumi minha cota ao votar.
Quero continuar a ter uma esperança imortal de que a consciência desses homens seja maior que todos os interesses pessoais de levarem vantagem, de enriquecerem a todo custo esta esperança, que brote neles o patriotismo, que os levem a perceber a grande dádiva que nos foi dada por Deus, que se chama BRASIL. Que despertem para o grande mal que a corrupção a falta de honestidade causou a milhões de pessoas.
Não sei se meu voto foi e será certo ou justo, só sei que cumpri meu dever de cidadã, e espero muito que tenha valido a pena.
Léah


domingo, 7 de outubro de 2018

Quem me dera!

"voltaram as flores'"Acrílico sobre tela 

O dia amanheceu claro e a luz invadiu meu quarto acompanhada por um canto de pássaro. Eu não o via até ele abandonar a arvore onde estava camuflado pelas flores, e voou, voou, era como se estivesse anunciando já é primavera!

Na vida temos dias de intenso frio que nos leva a querer dormir para poder sonhar e esquecer tantas agruras.
Ah! quem me dera poder viver sempre num alegre verão com um sol ardente queimando todas as dores, todos os medos. Ou, quem me dera ainda fosse a vida e os dias de eternas Primaveras com jardins floridos, Manacás azuis, guirlandas de bougainvílleas, sorrisos de crianças, olhares de esperanças, perfume de flor...Quem me dera, quem me dera...
Léah