Minhas Pinturas

Seguidores

Minha lista de blogs

sábado, 1 de abril de 2017

Viver com Liberdade

óleo sobre tela 30x35 - Muitas flores
Agora a pequena mesa com confortáveis cadeiras ficavam numa parte do jardim, atrás da casa e que me é exclusivo, onde colocamos uma umbrela, e ali como sempre fiz, fui buscar o sol da manhã sentar-me e tomar meu leite com café, biscoitos, iguarias e uma salada de frutas não pode faltar. Claro que nunca estou sozinha nesta empreitada, marido e as três mocinhas nada elegantes, Gigi, Pagú e Natasha, mais do que se deleitarem com nossas companhias elas esperam pelos biscoitos que compartilhamos, quando o ‘banquete’ impróprio para cães é encerrado vem o descanso, se estendem ao sol, rolam e esfregam as costas na calçada com barulhos guturais de prazer. Implicam com as gatinhas no telhado de suas ‘gaiolas’ que dormem ao sol, indiferentes a tudo.
Pelas manhãs o sol agora de outono é a vedete, pois de repente, o tempo vira e chove, e torna a virar, e ele retorna claro como se tivesse tomado um banho de chuva.
São pequenos momentos que para muitos seriam a monotonia, ou até passariam desapercebidos, mas não para nós. Não importa se o lugar é menor, o amor está ali representado enchendo o espaço de simplicidade, ternura e paz, isso é muito importante em nossas vidas.
Lembro de quando estava na outra casa, com grandes espaços, e que tudo pedia sempre muitos braços e mãos, para mantê-los em ordem, que nem sempre conseguia esses ajudantes que se dizem profissionais, mas a realidade era bem outra, isso foi me cansando e gastando minhas energias de uma tal maneira, que os bons momentos ficavam apagados. O melhor horário para mim era a noite após as nove da noite, quando eu sentava na frente de meu cavalete ou do laptop. Meu marido vivia estressado, eu já andava chutando até o vento de tão irritada, pois sabia que os aborrecimentos recomeçariam iguais no dia seguinte.
Adorava o verde de lá, as arvores as flores, o silêncio de lá, mas aqui tenho o verde, flores, silêncio, as arvores não são minhas, mas estão por aqui, não preciso cuidar do gramado, do jardim, do quintal, isso quem faz é o jardineiro do condomínio, tenho vasos de flores, não preciso ter um empregado para me contestar e “sacanear” com pirraças e sabotagens, que vivia procurando uma chance de maltratar os animais e matar as flores. Eu tinta que ficar sempre atenta não preciso de uma empregada morando dentro da minha casa, e acabando com minha privacidade e paciência. A palavra de ordem agora é NÃO PRECISO, levo as cachorras para passear num espaço que não é meu é público, tomam banho no pet, somente uma faxineira é do que preciso. Posso aproveitar meus momentos que agora são muitos e prazerosos.  Alguns amigos acham estranho eu me sentir feliz com menos, isso só depende do grau de superficialidade de cada um, é o que digo para eles.
Estou me sentindo LIVRE e não existe felicidade sem liberdade de ação e paz.

FIM                                                                                                                           Léah

25 comentários:

  1. Ah, querida Léah, é essa liberdade que também tenho aqui, não dependo de empregadas, apenas uma faxineira. Comida? Almoçamos fora, sempre. Paraíso é a independência, é do pouco, do bonito e do prático que precisamos. O supérfluo dá muito trabalho! Também estou nessa de tornar nossa vida aqui muito prática, feliz, gostosa de vivê-la. Sinto que você está muito feliz! Acho que deu uma bola adentro!!
    Desejo a você e sua família essa alegria todos os dias!!
    Grande beijo!

    ResponderExcluir
  2. E falando de arte... Que vaso de flores lindo!!!
    Não esquece de enviar fotos, vou adorar!
    To muito contente, finalmente você encontrou.
    Beijo, saúde, alegria e calma com a coluna.

    ResponderExcluir
  3. No importa que el espacio de una casa sea pequeño, lo importante es lo confortable y amoroso que sea, y sentir que el tiempo se disfruta mucho más que cuando un espacio es muy grande, lo mismo dentro que fuera de la casa.
    Ahora seguro que tienes muchas más horas para dedicarte a tu gran arte, como es la pintura.
    Un precioso cesto de flores variadas en tu lienzo, donde el color y la luz son la magia de tu pincel.
    Que disfrutes mucho Léah.
    Un beso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Elda, gracias por sus palabras de aliento. La felicidad es donde nos la colocamos y encontramos el lugar justo para ella.
      besitos, Léah

      Excluir
  4. Olá Léah.
    Primeiro que te parabenizar pela belíssima pintura, "Muitas flores".
    Segundo, mais um elogio: tua crônica está excelente.
    Quanto ao que dizes, sobre a nova casa, pereceu-me que o casal tomou uma sábia decisão, ao mudar-se para uma casa que dá menos trabalho, e, consequentemente sobra mais tempo para um bom repouso, um café com leite, biscoitos e muito mais, junto com o marido, com Gigi, Pagú e Natasha (com mais tempo para elas). Além disso, Léah parece que a nova casa é mais segura, por ficar num condomínio horizontal, com mais gente zelando por isso. Desejo ao casal toda a felicidade do mundo na nova casa.
    Abraços.
    Pedro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Pedro, é você tem razão quanto a nossa decisão que já vinha amadurecendo há bastante tempo, apesar do outro condomínio ser uma rua aladeirada era bem seguro, mas o problema real era mesmo do meu portão para dentro, o tamanho de casa e do terreno!!
      Agora é só curtir, muito obrigada pelos elogios, você é muito gentil.
      abraços, Léah

      Excluir
  5. Que linda a sua crónica, Léah!
    Acho que vou ficar muito tempo por aqui.
    "Espreitar" o seu quotidiano e admirar a sua pintura desde 2009, vai demorar...
    Agora que você deixou de estar "chutando o vento", as suas crónicas e as braçadas de flores serão ainda mais prazeirosas.
    Seja feliz, Léah. E livre.
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Teresa será um prazer vê-la espreitar por aqui, também vou espreitá-la.
      beijinhos, Léah

      Excluir
  6. Léah, o importante é isso mesmo, viver com liberdade e com paz de espírito.
    Adorei a tela.
    bom domingo
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Maria por seu delicado comentário.
      beijinhos, Léah

      Excluir
  7. Gostei de saber que se encontra realizada, com conforto e feliz...
    O seu testemunho é muito importante para mim, pois também ando a considerar que o espaço que disponho tornou-se enorme e muito cansativo.
    As nossas necessidades modificam-se muito...
    Adoro flores e a sua pintura inspira alegria e paz.
    Querida Léah, continuação de dias de tranquila felicidade.
    Beijos, amiga.
    ~~~~~~~~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Majo por deus votos, eu como você levei muito tempo analisando o custo benefício desta mudança, espero que você consiga e tenha sorte e seja muito feliz na sua decisão.
      beijos, Léah

      Excluir
  8. O importante é se sentir feliz. Às vezes precisamos abrir mão de algumas coisas para nossa própria felicidade e auto-suficiência.
    Bjs. Amo a delicadeza da sua pintura!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sandra pois é as coisas são assim, afinal 'o almoço nunca é de graça', mas no meu caso foi bom e lucrativo em termos de paz. Obrigada por suas delicadas palavras.
      beijos, Léah

      Excluir
  9. Querida Léah, quanto mais temos mais problemas arranjamos.
    Chagamos a uma altura da vida que ansiamos pela paz, simplicidade e conforto, o supérfluo só dá trabalho :)

    Continuo muito feliz por si!

    Um beijinho

    O Toque do coração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fernanda principalmente quando nossas energias começam a diminuir, é bom medir os prós e contras e partir para ser feliz.
      Obrigada por me desejar felicidade, você é muito gentil, é também o que desejo a você.
      beijinhos, Léah

      Excluir
  10. Oie amore ... quero te convidar a conhecer o meu blog ... (Um Café ) ... se desejar me seguir ficarei muito feliz ... obrigado pelo carinho ... bjus da Nana

    ResponderExcluir
  11. Muy bonito cuadro. lAS FLORES PRECIOSAS
    Me alegra que te encuentres feliz en tu nueva casa. DESEO DISFRUTES DE BUENOS MOMENTOS.

    Un abrazo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grata por sus palavras de incentivo e carinho.
      beijinhos, Léah

      Excluir
  12. oi Leah, como me identifiquei com essa postagem.
    Sabe hoje com meus filhos crescidos, é que vejo o quanto tempo perdi, querendo manter tudo em ordem além das minhas forças. Além da força física , o pensamento nas preocupações que só me custaram um quadro de hipertensão, embora tudo se resolvia no tempo certo independente de tanto esforço e cansaço físico e mental. Hoje quero aproveitar cada minuto com as coisas que realmente me fazem feliz e viva.Minhas plantas, minhas pinturas, meus blogs, e sinceramente quando me digo muito ocupada, é com algo que está me fazendo bem e mais feliz. Os problemas e contratempos naturais da vida eu os coloco em planos menos irritantes e olho para eles com um olhar mais maduro de que no final tudo se resolverá, independente da minha agonia e inquietude. Cultivo hoje um pensamento mais positivo e maduro. As pequenas coisas é que realmente fazem sentido e são belas. UM ABRAÇO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lurdinha a vida é assim mesmo agente demora a entender as lições, a aceitar e amadurecer. Mas o importante é que nada vem antes da data marcada, antes do tempo certo, e só quando chega é que percebemos o quanto perdemos.
      Aproveite seu tempo e seja feliz, é o que estou fazendo. E obrigada por tudo, adorei seu comentário.
      beijos, Léah

      Excluir
  13. Passei para lhe deixar um beijinho amiga Léah e o desejo de uma boa semana.

    Fernanda

    O Toque do coração

    ResponderExcluir
  14. Um quadro... que creio reproduzir também o seu estado de espírito com esta mudança boa, Léah!...
    Também sou da mesma opinião... menos é sempre mais!...
    Bom senti-la tão feliz, nesta nova fase!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderExcluir
  15. E é tão bom sentirmos a felicidade com pouco!
    Bem haja nessa vida simples. Gostei muito do texto.
    beijinho

    ResponderExcluir