Minhas Pinturas

Seguidores

Minha lista de blogs

segunda-feira, 10 de abril de 2017

Cupido Trapalhão

óleo sobre tela 35 x 45 cm "Paisagem outonal"
(este é a primeira tela pintada na nova casa, novo atelie)

Margo não tinha vida amorosa e, muito tímida nesta questão, apesar de ter um lindo rosto e um corpo escultural, nunca encontrara o tal do cupido em seu caminho, nem ao menos escondidinho ou camuflado, nada!! Mas tinha muitas amigas, a principal era sem dúvida Marilu que sempre a aconselhava.
 “¬ Quando você encontrar um cara por quem você se sinta atraída ao invés de esperar que ele resolva falar com você, invista nele, tome a iniciativa, os homens de hoje gostam de mulheres atiradas.” ¬
Um dia encontrou Gabriel numa feira de produtos de beleza, e ambos estavam apreciando um mesmo creme antirrugas, embora nem ele ou ela estivessem precisando. Margo achou Gabriel uma graça e pensou nos conselhos da amiga, e começou a conversar com ele, descobriu muitas afinidades entre os dois, só achou-o muito vaidoso, e pensou que talvez fosse por ele ser dono de um quiosque de maquiagem num shopping da cidade. Em determinado momento da conversa Gabriel perguntou se ela tinha muitas amigas e amigos,
 “¬Sim, tenho mais de vinte¬ “
“¬Mas, são só moças, ou tem rapazes também?”
Ela contou mentalmente, os namorados e irmãos das amigas e respondeu, que eram mais rapazes do que moças.  Ele não teceu mais nenhum comentário, só um sorriso. Trocaram números de telefones e ficaram de se encontrar qualquer dia, qualquer hora.
Margo saiu desiludida achando que sua investida foi uma furada e não deu certo como sempre, voltou sozinha.
Marilu insistiu para que ela ligasse e dissesse que iam num barzinho, e se ele quisesse era só aparecer. Marilu comentou com seu irmão, seu namorado e amigos, que Margo havia convidado um amigo e todos ficaram torcendo para que ele fosse um futuro namorado para Margo, todos menos Júlio irmão de Marilu.
 Gabriel aceitou prontamente o convite e no dia marcado lá estava ele, para espanto de todos.  Com uma calça tão justa que não se podia imaginar como entrou no seu corpo, uma blusa com decote em V, cílios postiços e um brinco pendente em uma das orelhas.
Marilu e Margo meio desconcertadas com a surpresa, assim como todos os que aguardavam um heterossexual a princípio ficaram meio sem ação, Margo pediu licença e foi ao banheiro se debulhar em lágrimas, Marilu foi atrás dela pra consolá-la, os rapazes passado o primeiro momento do choque,  deixaram o barco correr, e a noite transcorreu normalmente, menos para Margo, a pobre da Margo se recompôs voltou para a mesa, mas ficou triste meio encolhida, calada, e com raiva de seu cupido, que achava ser de madeira e já havia sido devorado por cupins.
Júlio irmão de Marilu, gostava de Margo ficara enciumado quando soube que ela havia encontrado alguém, mas ali vendo  a tristeza de Margo e sua ingenuidade por não ter notado a sexualidade de Gabriel logo de cara, sentou-se a seu lado e começou a contar piadas para alegrá-la ele sempre a fazia rir e sempre se insinuava para ela, mas Margo sabia que ele era mais novo que ela,  por isso não achava que daria certo, embora sentisse atração por ele,  procurava vê-lo como um amigo, entretanto naquela noite tudo mudou, Júlio conseguiu arrancá-la, da tristeza, levou-a até em casa e começaram um romance que dura há três  anos, tudo graças a um cupido distraído e trapalhão e a um gay que continuou sendo amigo de todos.                                                                                                            Léah
FIM

  

28 comentários:

  1. Un relato muy ameno y además con sorpresa.
    Me ha gustado mucho la historia.
    El óleo es precioso, tiene mucha profundidad y unos colores muy hermosos y muy conseguidos. Eres una pintora excelente.
    Un abrazo Léah y Feliz Pascua.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga muito grata por seu gentil comentário.
      beijinhos, Léah

      Excluir
  2. Conto bom de ler e a pintura muito linda,Léah! bjs, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por suas palavras tão carinhosas.
      beijinhos, Léah

      Excluir
  3. rssss, então não foi uma fria, rendeu um belo romance que estava escondido...São as voltas que a vida dá. Lembrei de uma amiga de minha mãe, ambas falecidas, que dizia que pra tudo há remédio, só para a morte que não!
    Que coisa dramática, mas pensando bem é verdade.
    Estou lendo teu ótimo conto às 7:30!! Caí da cama? Não, dormi 3 horas, apenas. Mas está bom, acordei com teu conto!!
    Beijinho, querida amiga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida é a vida estamos sempre vendo por ai, estes acontecimentos.
      beijinhos, Léah

      Excluir
  4. O relógio do teu blog, está errado...
    E por falar em 'pintura', linda, o tipo de paisagem que descansa o espírito.
    beijinho, mais um.

    ResponderExcluir
  5. Qué luzz !!! espectacular, me encanta.

    Gracias por tus palabras en mi blog.

    Besitos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você sempre muito gentil, gracias beijinhos.
      Léah

      Excluir
  6. Oie amore ... obrigado pelo seu carinho em meu cantinho viu .... bjinhos em seu coração tenha uma super semana abençoada .... bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita, fique bem, beijinhos, Léah

      Excluir
  7. RELAJANTE Y BELLO.
    Pintura hermosa como siempre impresionante.
    Muchas gracias por tus palabras en mi espacio.
    FELIZ DIA.
    Un abrazo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. GRata pelas palavras delicadas.
      beijinhos, Léah

      Excluir
  8. é bom ter uns talentos que pode praticar
    abraço

    ResponderExcluir
  9. Querida Léah, primeiro parabéns pela bela pintura outonal que decerto a nova casa inspirou :)
    O amor é mesmo assim, aparece quando menos se espera.
    Um história com final feliz como eu gosto ;)

    Beijinhos amiga

    O Toque do coração

    ResponderExcluir
  10. Olá Léah.
    Essa tua pintura, "Paisagem outonal", que como dizes é a tua "primeira tela pintada na nova casa, novo ateliê", diz bem do ótimo estado de espírito que te encontras. Pela beleza e sensibilidade da tela vê-se que a mudança de uma casa para outra, mesmo com todo o trabalho que tiveste, foi para melhor. Que bom, minha amiga, que seja assim.
    Depois que li este teu conto vi que também as letras ganharam com a tua mudança. Um conto com muitas nuances (muito bem contado, no meu entender), no qual o danado do Júlio conquistou a bela Margo.
    Então Léah resta-me apenas desejar uma Feliz Páscoa junto de teu esposo e filhos.
    Abraços, Pedro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é muito gentil, espero tenham tido um belo e alegre domingo de Pascoa.
      Abraços, Léah

      Excluir
  11. A pintura maravilhosa, como sempre e ainda mais inspirada com a mudança, casa nova, tudo de bom!
    O conto está descontraído e bem escrito, com tudo nos conformes, ainda bem que o amor apareceu de forma indireta, o cupido trapalhão deu um bom empurrão no romance que nasceu sem nem mesmo ser planejado entre Margo e Julio!
    Ah o amor, encontra sempre um jeito e esse conto deu final feliz para todos, sim, com a inclusão do novo amigo!
    Amei ler, abraços apertados!
    Feliz Páscoa para você e sua família!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelas palavras carinhosas.
      Mil beijinhos, Léah

      Excluir
  12. Uma santa Páscoa para a amiga Léah e sua família .

    Beijinho

    O Toque do coração

    ResponderExcluir
  13. Querida Léah
    A pintura está exuberante
    E o conto é leve e gracioso. Mesmo atrapalhado o cupido acabou acertando e a Margo encontrou no amigo um grande amor
    Querida amiga
    Desejo que tenha passado um maravilhoso domingo de páscoa junto aos teus e que o amor do Cristo tenha florescido em vossos corações e este mesmo amor se estenda pelos outros dias do ano para que possas vivenciá-los na paz e na harmonia
    Um beijo super carinhoso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada amiga, tudo de bom para você.
      Com carinho, Léah

      Excluir
  14. ¡Ay Léah!!!

    Vaya Texto este, eh. Y es que hay chicos tan atractivos y luego resulta un fiasco... Me ha gustado este relato que no sé si es pura creatividad, o es verdadero, pues bien lo pudiera ser, puesto que ocurre algo así algunas veces.

    Bien lo que me encanta es esa exquisita pintura. Te felicito y te dejo mi enhorabuena. Gracias por tu buen hacer, reina.

    Un abrazo y mi admiración, Artista.
    Se muy-muy feliz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é muito gentil obrigada por esse carinhoso comentário.
      beijinhos, Léah

      Excluir
  15. Em primeiro lugar... a tela... lindíssima!...
    E não poderia ser uma melhor estreia... já na nova casa!...
    A história... fez-me lembrar o ditado... Deus escreve certo... por linhas tortas...
    E no fim... tudo deu certo mesmo!
    Beijinho!
    Ana

    ResponderExcluir