Minhas Pinturas

Seguidores

Minha lista de blogs

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Baratas voam e eu também

Luz, cores e borboleta- acrílico sobre tela de madeira 30x 30
 
Insetos "não têm cérebro", assim os marimbondos, as abelhas, as moscas se entram num cômodo e começam a procurar a claridade da janela e abrimos uma banda da mesma, eles resolvem que a saída é na vidraça fechada!
É um inferno, nada os demove daquela burrice, e batem no vidro até a estafa, ou até que sejam abatidos por uma lufada de inseticida.
Odeio insetos vivos ou mortos, exceto as borboletas, se uma baratinha ou barata de qualquer tamanho se atrever a aparecer na minha frente ela ganha a situação e eu voo sem asas, sem avião, sem foguete quase para outro planeta! Como não sei para onde ela foi só volto mediante a comprovação de sua morte, se me mostrarem seu cadáver.
O neto de uma amiga aniversariou no verão passado, fizeram uma festa para a qual fui convidada. Tudo ia bem muita alegria, já quase no final da festinha, as mulheres juntas nas mesinhas de um lado do salão de festas em assuntos femininos, enquanto os homens mais do outro lado discutindo assuntos masculinos, isto é futebol, a criançada brincando no play. Sem ser convidada uma horrenda barata voadora apareceu, todas as mulheres do ambiente saíram correndo os homens que estavam distraídos nas suas conversas, sem entender perguntando meio atabalhoados o que foi, o que foi, até que viram a bicha, riram a bandeiras desfraldadas e mataram a intrusa, mas despedi-me da anfitriã, pois acabou a confiança no ambiente acredito piamente que elas andam em pares ou mais, eu não posso comprovar e nem quero, mas fico com esta crença que para mim significa voar para longe delas.
FIM
                                                                                      Léah

14 comentários:


  1. Hahahaaa... eu tenho uma fobia desse bicho que nem imaginas!!
    Chega um dia que nos livramos de TPM, das enxaquecas, enfrentamos doenças na família, lutamos como bravos soldados, escalamos o Alasca, nos atiramos de pára-quedas, enfrentamos o Congresso Nacional e outros desatinos políticos. Enfim, enfrentamos tudo e a todos. Mas... Baratas, NÃO! Sei que isso é incurável, fico com taquicardia ao avistar esse bicho. Mas na casa dos outros sou mais contida:
    - OLHA LÁAAAAAAAAA!!! Assim mesmo, bem discreta. Já passei vergonha sem querer...
    Adoro esse assunto, sinto que estou viva e forte! Enquanto eu estiver declarando guerra contra elas, podes crer que estarei blogando!! Se aceitar esse bicho, parar de persegui-las, é porque morri.

    Beijo, querida Léah!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maravilhosa essa pintura, adoro essa cor e borboletas, delicadas e lindas!
      bj

      Excluir
    2. OLHA LÁAAAAAAAAA!!Fez-me rir muito.
      Tenho medo, asco, horror, nojo, só fujo, não chego perto nem para matar, por isso todo ano mando dedetizar a casa e no quintal usamos o K-othrine pois onde existe muita vegetação aparecem gambás, ratos do mato, que entram onde quer que queiram, quando nos mudamos para cá o quintal ainda não estava organizado e apareceu um lagarto que eu jurava ser um jacaré, mas era um lagarto que nos disseram que os nordestinos matam para comer. Graças a Deus ele "sumiu" ou foi "sumido" disseram também que ele não morde só dá uma chicotada com aquele rabão, e eu com isso, só não quero bichos estranhos onde moro. Agora nem gafanhotos, marimbondos ou vespas aparecem por aqui, uf,uf...
      Caramba falo muito, né?
      Feliz por conversar e receber seu comentário. beijão
      Léah

      Excluir
  2. Oi Léah
    Partilho desse mesmo pavor
    Se aparece uma barata no ambiente onde estou tremo de calafrio só de imaginar aquela coisa horrenda caindo em cima de mim e para evitar saio voando e não volto mais. Meu pavor desse bicho é tamanho que acredito ser fobia
    Na verdade tenho fobia de tudo quanto é inseto que voa. No entanto amo as borboletas!
    A suavidade delas me encanta e suas cores me fascina aliado ao lindo bailado que elas nos oferece quando estão em pequenos bandos
    A pintura é lindíssima minha amiga
    Tem uma luminosidade e uma graciosidade magníficas
    Um doce beijo, querida Léah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida Gracita: Esse inseto é temido por muitas mulheres, não sei qual a razão! Sei que tudo neste mundo tem uma utilidade, acho que as baratas só servem para nos dar nojo e horror, não vejo nada de útil neste bicho!!
      Obrigada pelo elogio ao meu trabalho.
      beijão, Léah

      Excluir
  3. Leáh,
    Gostei muito de sua crônica, que me fez lembrar de um caso semelhante entre a Taís e uma barata, quando elas se encontraram no corredor do edifício em que moramos, no último verão. A Taís ao ver a barata tirou o sapato e saiu atrás dela. Ficou furiosa quando lhe disse para não matar o bichinho. Depois a Taís veio com a barata morta, presa num lenço de papel e disse: “toma, esse bicho é teu”. Mulheres...
    Parabéns, minha amiga, pela crônica e pela bela tela: “Luz, cores e borboleta”.
    Bom final de semana.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pedro, a Taís é corajosa pois além de matar a bicha ainda pega com um lenço, eu morria ali mesmo se me oferecessem esse prêmio!
      Amei seu comentário e nossa conversa virtual obrigada pelo elogio ao meu trabalho.
      beijão. Léah

      Excluir
  4. Linda tela, acho lindas as borboletas, as baratas me dão nojo, mas as mato quando as vejo, se não fizer isso não sossego!Ainda bem que as que aparecem por aqui são as de verão, as voadoras que entram sem serem convidas quando as janelas estão abertas, pois as que ficam escondidas eu não as tenho em minha morada,rsrs!
    Gostei da crônica!
    Abraços amiga Léah!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então Amiga estou em paz em casa pois a dedetização é anual, como vivo entre árvores e muitas plantas, isso no condomínio inteiro só assim me sinto livre da bicharada de intrusos.Obrigada pelo elogio à tela e à crônica.
      Beijão, Léah

      Excluir
  5. Oi Léah,
    Primeiro observei o quadro e vi as dimensões...gosto de quadrados! A pintura é linda, delicada, colorida com alegria, eu colocaria na minha casa. Depois li o texto e fiquei rindo, rindo muito e li pra minha filha que também faz questão de ver os cadáveres!!! É um inseto mesmo asqueroso, a barata. Amei a postagem.
    Bom domingo a você e seus leitores.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sandra obrigada por seu delicado comentário e gentil. Quanto as cucarachas, como falam os espanhóis são o terror de muitas mulheres, sabe-se lá porque! mas entre elas estou eu e sua filhota.

      Excluir
  6. Pelo que tenho visto não só em blogs, mas também pela convivência com outras mulheres , as baratas assustam-nas muito. Eu sou como a nossa amiga Tais, mato-a , pego-a com um papel e jogo no lixo, aliás não há insecto ou bicho que me vença; nem os ratinhos!!! Beijinhos, amiga e parabéns pelos seus trabalhos e crónicas que escreve. Adorei. Demorei a vir cá, porque estamos no Verão e estou
    fora de casa; os meus posts têm sido poucos precisamente
    por causa disso.Fica bem e até. ...

    ResponderExcluir
  7. Olá Emília (você tem o mesmo nome de minha querida e falecida sogra), mas voltando ao assunto você,a Taís, e minha filha têm toda a minha admiração pela coragem, se me prenderem num quarto com uma barata eu morro...
    Feliz verão, aproveite-o, divirta-se e renove suas energias.Obrigada pelo comentário.
    mil beijinhos, Léah

    ResponderExcluir
  8. Léah querida, não consigo falar com você por email! Vi que você está seguindo alguns blogs, mas como? Não consigo. Me fale por email.
    bj

    ResponderExcluir