Minhas Pinturas

Seguidores

Minha lista de blogs

domingo, 29 de maio de 2016

A fugidinha da rotina.

Estrada =óleo sobre tela 40x30

A natureza tem situações que me amedrontam ventanias, chuva pesada, raios e trovões,
mas personagens da natureza como pássaros, arvores, flores e o mar me encantam e enternecem.
Dia desses fomos dar um passeio n’outra cidade uma fugidinha  onde as montanhas, os sítios, muito verdes davam colorido especial, gados nas várzeas, estradas ensolaradas com sombras filtradas e curvas despertando a curiosidade do que viria depois, tudo muito inspirador  trazendo ideias  para  a pintura de novas telas.
Ficamos numa pousada, curtimos três dias de sol, passeando pela cidade, comendo em pequenos restaurantes, fazendo amizade com pessoas na pousada e fora dela.
Nossa programação era voltarmos no quarto dia, fomos dormir mais cedo, pois a viagem era meio longa, mas tem sempre um, mas, a chuva arriou durante a noite com tudo que eu temo,  aguaceiro, ventos fortes e raios. Pela manhã lama na estradinha que nos levou à pousada, e ainda chovia com estiagens  de vez em quando.
Resolvemos voltar assim mesmo, pois tínhamos uns compromissos. Meu marido se aposentou há uns três anos, da famosa Petrobras Distribuidora, e não gosta de ficar parado, por isso  trabalha em casa por conta própria,  eu recebi uma encomenda de uma marinha com prazo curto de entrega, além dos compromissos domésticos,  não poderíamos nem que quiséssemos adiar a volta.
Enfrentamos os obstáculos que um dia de chuvarada apresenta com estradas derrapantes, curvas que beiram a abismos, retenções no trânsito.
Chegamos bem, Graças a Deus, de volta a rotina, ao trabalho, mesmo com a volta tensa da viagem senti  saudades dos dias de sol que passamos por lá, e em breve vamos preparar outra fugidinha, para outra cidade, outra pousada, viver a vida enquanto a temos, aproveitar o tempo do que chamam de melhor idade, será?
Léah.
  

 

16 comentários:

  1. Boa noite querida Léah
    O passeio foi tão maravilhoso que te trouxe esta inspiração belíssima digna de aplausos amiga
    Uma tela encantadoramente bela
    Tudo na vida tem um mas... No caso da sua viagem uma chuva que apesar de causar alguns transtornos não tirou o brilho do passeio
    Uma semana de realizações e bênçãos minha amiga
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gracita obrigada pelo elogio ao meu trabalho. Realmente a viagem foi ótima às vezes os obstáculos não superam as alegrias, foi o caso.
      Para você também tudo.
      Léah

      Excluir
  2. Que lindo isso, seu talento é inato, amei ver o quadro,ler aqui, sim aproveite bem a vida, adoro isso de dar fugidinhas, meu marido e eu fazemos muito disso, também estamos na "melhor idade", acho que é mesmo.
    Vivemos agora sem nenhum compromisso afincado, só alguns trabalhos para não perder o jeito.
    Que bom que o passeio foi bom, embora com algumas chuvas, mas no fundo é tudo para poder aproveitar tudo o que a vida pode dar!
    Abraços apertados amiga Léah.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ivone então as fugidinhas estão sempre na minha programação, assim como pintar quando bate a inspiração.
      Amei seu comentário, obrigada por seu elogio ao meu trabalho.
      beijinhos, Léah

      Excluir
  3. Maravillosa la naturaleza si no se desborda con sus fenómenos atmosféricos.
    Bonito relato el que nos cuentas, pero lo que me produce una gran emoción, es ver ese paisaje tan maravilloso que has pintado... un camino en el monte o un lugar con mucho arbolado. Me recuerda mucho, al pueblo que voy en verano.
    Un placer contemplar tu arte.
    Besitos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elda aqui no verão as chuvas são chuvaradas, mas passam rápido e logo vem o sol. Que bom que te trouxe recordações com minha pintura, também gosto muito de lugares arborizados.
      Obrigada por seu elogio ao meu quadro.
      beijinhos, Léah

      Excluir
  4. Essas fugidas são ótimas, fazemos isso para a Serra, mas já pegamos temporal na estrada, o que foi horrível, estrada com precipícios, coisa que não faz minha cabeça. Agora programamos as coisas para quando não vier chuva. Não quero mais passar por aquilo.São nessas circunstâncias que vemos a força da natureza e o grãozinho que somos diante dela. É assustador.
    Mas essas escapadas da rotina fazem bem, até esperarmos as férias de verão - estação que me liquida. Não gosto de calor.
    Obra linda, dei um zoom. Passa paz.
    Grande beijo, mana, são deliciosas essas crônicas do nosso cotidiano!

    ResponderExcluir
  5. Essas fugidinhas serve também para esquecermos os problemas, a rotina,e esquentarmos o amor...
    Quanto ao verão eu amo de montão, detesto sentir frio.
    Que bom você ter gostado do meu trabalho.
    E gosto muito também desses nossos papos virtuais.
    beijinhos, Léah

    ResponderExcluir
  6. Léah,

    Viajei com vocês por meio desta sua bela crônica, vivenciando um mundo calmo, com pássaros, vacas pastando, o verde como tapete dessa tela natural, que, certamente (aliás, você disse), servirá de modelo para suas criações pictóricas. Parabéns.

    Abraços.
    Pedro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pedro a paz e a alegria sempre enchem essas pequenas viagens, primeiro porque estamos fugindo da rotina doméstica, que nem sempre nos deixam ter paz, e alegrias várias principalmente por não ser viagem de avião, rsrs, pois aí pelo menos para mim seria tormentosa.
      Obrigada pelos parabéns.
      abração, Léah

      Excluir
  7. Léah,

    Este é outro comentário, para servir de complemento ao último que fiz sobre esta sua crônica, para falar desta sua pintura (óleo sobre tela 40x30), denominada “Estrada”.

    Como este comentário vai daqui do Rio Grande do Sul, posso dizer assim: “mas bah!, a guria tem talento, tche.

    Abraços.
    Pedro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pedro
      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk......
      "Valeu cara, sinistro já é",Assim dizem os carioca.
      Amei o "mas bah! a guria tem talento, tche.
      abração.

      Excluir
  8. Oi Léah, que delícia te ler. Eu viajei muito pouco em toda minha vida, agora também aposentados eu e meu marido, queremos aproveitar todos os momentos possíveis e sempre me encantam os lugares onde a natureza possa preencher com sua exuberância os nossos caminhos. Eu sou fascinada pela natureza e estar em contato com ela reforça minhas energias. Adorei sua crônica. A tela é bela e de uma paz... beijos.

    ResponderExcluir
  9. Oi Lourdinha bom vê-la por aqui. Houve uma época em que viajávamos muito, mas houve um tempo também que ficamos muito presos por diversas circunstâncias, agora precisamos e queremos viajar mais e curtir nossa liberdade. Obrigada por seus elogios.
    Mil beijinhos, Léah

    ResponderExcluir
  10. Querida amiga, me desculpe por andar atrasada nos comentários, isto da "melhor idade" nem sempre corre bem :)
    Imagino os nervos que sentiu durante a viagem, também detesto fazer viagens com mau tempo.
    Felizmente acabou tudo em bem e tem razão, devemos aproveita a vida enquanto pudermos.
    O quadro é uma maravilha de cores e leveza.

    Um beijinho

    ResponderExcluir
  11. Nem se preocupe com o atraso o importante é saber que estas bem, nossa amizade é maior que ele.
    Obrigada pelo elogio.
    beijinhos, Léah

    ResponderExcluir