Minhas Pinturas

Seguidores

Minha lista de blogs

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

O vestido de bolinhas 

O papel colorido atado por uma fita vermelha num lindo laço prendeu meu olhar e encantamento por alguns minutos  a curiosidade para ver o presente era grande, mas  desembrulhei-o com bastante cuidado para não estragar o papel estampado com flores,
    ou perder a fita.
   Tinha por volta de dez anos e era natal, o noivo de minha irmã mais velha costumava 
   chegar sempre com presentes ou frutas ou flores quando ia ver a noiva.
   Naquele Natal veio carregado de embrulhos e aquele, justamente o embrulho mais
   colorido era meu.
   Dentro do pacote escorregou uma seda com bolinhas de todas as cores, disse-me ele
   com um sorriso:
   “ -É para a sua mãe fazer um vestido pra você –“
   No ano novo estava eu já com o vestido de bolinhas, rodopiando na frente do espelho
   achando-me uma princesa.
   Hoje fui a uma loja de tecidos a procura de uma renda e numa prateleira acenando para
   mim um tecido com um brilho acetinado estampado com  bolinhas de todas as cores.
   Senti uma vontade enorme de levá-lo para casa, porém a razão venceu a emoção, afinal 
   o que iria eu fazer com aquele tecido? Um vestido e depois dançar na frente do espelho?
   Sentir-me uma princesa? Qual é! Não tenho idade nem para gostar de olhar-me no
   espelho, que dirá sentir-me uma princesa  e ainda por cima rodopiar! Talvez caísse tonta
   para o lado e até as bolinhas do vestido ficariam amassadas! Peguei minha renda e fui
   embora fazer minha almofada para colocar meus velhos  pés cansados.

texto e tela à óleo por: Léah Mormac Gonzalez


8 comentários:

  1. Olá Leah,
    Confesso, me emocionei lendo o texto, lindas momentos que ficam guardadas com muito carinho, e que bom que temos essas lembranças.
    Lembrei de um vestido que tive também:todo vermelho com poás em relevo,cheio de babados. Lindo demais,era somente pra ocasiões especiais, quando o punha ficava passando a mão por ele pra sentir as bolinhas.
    Nossa!!!!! isso tudo me veio nesse momento.
    obrigada por compartilhar coisas tão lindas.
    bjão e uma sexta iluminada.
    Mari

    ResponderExcluir
  2. Bonito texto.....
    Santo Natal...
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Olá Leah,
    gosto muito do seu jeito limpo e moderno de pintar temas românticos. Muito bom! Os textos também são ótimos!
    Um bom fim de semana

    ResponderExcluir
  4. Minha amiga há recordações que nos marcam para sempre e muitas vezes basta um cheiro, uma imagem, ou uma música para voltarmos ao passado e vivermos novamente momentos mágicos de outros tempos.
    Adorei a tela, linda como sempere!
    Boa semana
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  5. Boa noite Leah!
    Que belo texto, cheio de emoção.
    A tela também é linda! Parabéns!
    Um grande abraço e muita paz!

    ResponderExcluir
  6. Leah, querida, me perdoe o atraso em vir te retribuir a visita e as palavras carinhosas, mas dezembro sempre é mês de trabalharmos dobrado.
    Te agradeço de todo coração! e cheguei aqui, neste blog lindo, repleto de uma arte belíssima, que muito me encantou. Tem algumas telas que eu jurei serem fotos, mas olhando mais de perto, vi que não. Fiquei realmente muito encantada com a sua obra.
    Meu marido é arquiteto, desenha e pinta muito. Seu pai, meu sogro era artista plástico e era fabuloso como retratista. Eu tenho o blog dele no meu sidebar. Depois trago o link dele para voce conhecer. E tenho dois filhos que também herdaram a arte do avô e do pai: desenham muito. Então, cercada de arte, aprendemos um pouquinho. Por isso, a sua arte me encantou mesmo. Vou mostrar pro meu marido também apreciar.
    Parabéns, querida! voce é divina no que faz!

    Fico feliz de termos nos encontrado.
    Um beijo com carinho!

    ResponderExcluir
  7. Minha amiga hoje venho especialmente para desejar um Natal muito Feliz e que o novo ano seja repleto de alegria, saúde, paz e amor. “Natal não é uma época nem uma estação, mas um estado da mente. Apreciar a paz e a benevolência, ser abundante em clemência, é ter o real espírito de Natal. ” Calvin Coolidge
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir