Minhas Pinturas

Seguidores

Minha lista de blogs

sábado, 19 de março de 2011

BEIJANDO SAPO







BEIJANDO SAPO

A paixão parecia que ia rolar, e dali surgiria um namoro com futuro,

As fotos dele eram de um lindo rapaz, as dela para ele de uma linda moça...

As músicas, os filmes, os livros, as diversões preferidas, os desejos eram iguais.

Trocavam idéias para projetos futuros, trocavam carícias, beijos e sexo virtuais.

Ela sentia-se plena naquele relacionamento. Resolveu então marcar o primeiro encontro, após longas conversas via MSN, ORKUT, ...

Tudo acertado, escolheram um barzinho próximo a casa dela.

Ela levou bastante tempo se produzindo, queria se apresentar ao seu amor bem bonita,

procurava se acalmar, rezando para que ele gostasse dela.

Na hora marcada, lá estava ela esperando o lindo rapaz da foto com seu um metro e oitenta, cabelos fartos e encaracolados, sorriso largo e simpático.

Resolveu entrar no barzinho escolheu uma mesa próxima à porta e esperou que surgisse o amado, sabia a roupa com a qual ele se apresentaria e ele encontraria uma linda moça com um vestido vermelho.

Minutos depois aparece na sua frente um rapaz baixinho, careca, tentando disfarçar o medo de decepcioná-la, não com um sorriso largo mais bem tremulo. Esse era o seu namorado da Internet.

Ela educadamente conseguiu disfarçar sua raiva por causa da mentira. O silêncio se fez e pesou entre os dois, até que ele resolveu desculpar-se pela decepção e mentira ...

Ela começou a sentir uma grande saudade do amado virtual, do amor não concretizado, onde tudo era cor de rosa, ilusionário, longe da feia realidade. As lágrimas ameaçavam a todo momento seus olhos, pensou em quantas mentiras mais poderiam vir.

E os projetos de vida a dois, e os beijos e as juras de amor, onde ficariam agora? Só percebia que ele falava, falava, mas ela não ouvia.

E de repente, sem que nem mais, curvou-se até ele e beijou-o longamente, beijou o sapo e todos aqueles sentimentos voltaram e dai pra frente a conversa se animou, riram e quando sairam do bar, estavam muito felizes, e renovando os projetos e juras de amor.

FIM



Texto Léah MorMac

3 comentários:

  1. OLá Léah,

    Que história interessante,
    ainda que se depare com o imprevisível...
    Mas o amor... que danada, surpresa armou.
    Deixou que a terra fosse regada
    e um sentimento inspirou,
    e a mocinha recatada, se entregou...
    E diante de tanta magia
    quem haverá de questionar,
    aquele casal esquisito, fazendo beleza com gosto, em belo par se formou...

    Lindo...
    O amor não se justifica, ele surge na luz bendita e porque se ama,
    amando fica...

    Bjs

    Livinha

    ResponderExcluir
  2. Oi querida Amiga, obrigada pelas visitinhas tão carinhosas, amei !
    Aos poucos estou colocando a casa em ordem e logo vou colocar meus quadrinhos.
    bjks, tenha uma otima semana!!

    ResponderExcluir
  3. OLÁ LÉAH !

    Que bonita história e que bom que era se todas acabassem assim!
    Talvez, um dia,eu conte no meu blog a minha história de um encontro com um conhecimento através da internet e que não acabou assim não.Talvez quando eu estiver menos magoada.
    Beijs.HELENA

    ResponderExcluir