Minhas Pinturas

Seguidores

Minha lista de blogs

terça-feira, 16 de março de 2010

JANELA ABERTA

Auto Estima
Não quero mais chorar ou reviver o passado, reviver as lembranças más.
Não quero mais lembrar as dores do que já se foi.
Perdoar-me pelo que não fiz, pela indiferença, pela dúvida,
por ter amado muito ou pouco, enfim perdoar-me pelos meus erros e compreender e aceitar que sou humana.
Não falar mais do que foi, do que poderia ter sido, e sim do que é agora.
Vou fazer uma grande cova e enterrar as mágoas e cobrir de flores este mausoléu.
Quero o presente o agora, não quero as murchas recordações, quero as frescas, as viçosas flores do agora.
Olhar lá fora com olhos bem abertos para o futuro, para o real. Quero o hoje, o amanhã, viver, sonhar, continuar.
Quero o hoje, o amanhã, viver, sonhar, continuar.
Meu futuro é hoje, é já, não o que já foi.
EU sou, EU faço, EU ajo, EU creio, EU vou,
EU posso querer, EU me amo, sou poderosa, sou viva, sou feliz.

(texto Léah)

7 comentários:

  1. Leah querida,
    só pra dizer que janelas
    me fazem suspirar...
    nada concluido o pensamento
    eu vou voltar viu...
    Bjss

    ResponderExcluir
  2. Olá Léah: Sabia eu que tu eras uma ótima pintora, que escreves bem e bonitos textos, e agora descubro-te uma terapeuta, sorte a dos teus por te ter, e a nos teus amigos por te seguir neste blog tão lindo e cheio de surpresas,
    obrigada por tu seres quem és,
    abração, Rafa

    ResponderExcluir
  3. REalmente este é o caminho para ser feliz, perdoa-se e viver o presente, e a janela é significativa, se abrindo para a beleza, e que pintura expressiva, parabéns.
    beijos
    Marcia Dias

    ResponderExcluir
  4. Olá minha amiga querida,
    perdoe a demora, mas vir olhar
    pra tua janela, feito porta
    onde habita a cinderela.
    Gosto tanto, tanto delas,
    que qualquer uma me encanta
    pelo vento que sopra nelas...
    Eu teria milhões de forma
    de retratar uma janela,
    mas o segredo destas que vejo
    não se tratar de uma qualquer,
    queando sei quem mora nela
    é uma linda amiga de Graça Leah...

    Adoro os teus trabalhos
    preciosos e lindos"
    Bjs
    Livinha

    ResponderExcluir
  5. Olá, Léah,
    Acabei de aprovar seu comentário no meu blog, venho aqui agradecer e acho este texto que de certa forma tem um pouco do que eu vinha pensando quando escrevi o meu. Aquilo das "amizades", as dores, das coisas acontecendo e fazendo lembrar o que seria melhor esquecer. Fiquei pensando na sua filha, toda solidária porque sei que embora aos 30 a gente já saiba que desilusão não mata (com 15 a gente acha que vai morrer à toa rs), a gente ainda sabe que dói muito. E alguns tipos de desilusão (felizmente dessas não tenho faz muito tempo) mudam a gente até pra pior. Triste né? Mas a gente sobrevive. E no geral se sai bem, aprende a enterrar as coisas ruins depois que elas nos ensinam o que tinham a ensinar.

    Beijos e obrigada pelo seu carinho de sempre na Casa =)

    ResponderExcluir
  6. Olá Léah:
    Estou realmente assim tendo e devendo apagar as coisas ruins e começar a perceber as boas, para sair e me libertar de lembranças amargas, vou como voce enterrar a dor para o amor sobreviver.
    Olhar por esta linda janela aberta para o futuro.
    Parabéns por sua arte e sensibilidade.
    bjs. Laurita

    ResponderExcluir
  7. Querida, muito obrigado pelo comentário no meu trabalho artístico.
    Estou encantada com o seu talento, cada tela mais linda que a outra.
    Eu amo pintar qualquer coisa, mas flores e rosas sempre destacam mais. Amei esta tua tela da janela aberta, um tema muito lindo e voce soube retrata-lo muito bem.
    Parabéns♪..♪...♪

    ResponderExcluir