Minhas Pinturas

Seguidores

Minha lista de blogs

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Janela verde

Aurora boreal

Tenho quarenta janelas
nas paredes do meu quarto.
Sem vidros nem bambinelas
posso ver através delas
o mundo em que me reparto.
Por uma entra a luz do Sol,
por outra a luz do luar,
por outra a luz das estrelas
que andam no céu a rolar.
Por esta entra a Via Láctea
como um vapor de algodão,
por aquela a luz dos homens,
pela outra a escuridão.
Pela maior entra o espanto,
pela menor a certeza,
pela da frente a beleza
que inunda de canto a canto.
Pela quadrada entra a esperança
de quatro lados iguais,
quatro arestas, quatro vértices,
quatro pontos cardeais.
Pela redonda entra o sonho,
que as vigias são redondas,
e o sonho afaga e embala
à semelhança das ondas.
Por além entra a tristeza,
por aquela entra a saudade,
e o desejo, e a humildade,
e o silêncio, e a surpresa,
e o amor dos homens, e o tédio,
e o medo, e a melancolia,
e essa fome sem remédio
a que se chama poesia,
e a inocência, e a bondade,
e a dor própria, e a dor alheia,
e a paixão que se incendeia,
e a viuvez, e a piedade,
e o grande pássaro branco,
e o grande pássaro negro
que se olham obliquamente,
arrepiados de medo,
todos os risos e choros,
todas as fomes e sedes,
tudo alonga a sua sombra
nas minhas quatro paredes.
Oh janelas do meu quarto,
quem vos pudesse rasgar!
Com tanta janela aberta
falta-me a luz e o ar.
Poema de Antonio Gedeão

4 comentários:

  1. Amei seu blog, e os textos ou poemas que acompanham as belas pinturas são um disbunde.
    Estou seguindo, sempre.
    abração.
    Julio Amorim

    ResponderExcluir
  2. Leah,

    Lindo poema, bem já o conhecia,
    me fez encantada com tantas janelas
    faladas, quanto as minhas...
    Mas a tua janela pintada, tão bela
    e jardinada, por ela me encantei,
    não sei porque, não sei
    adoro janelas, até mesmo o nome delas
    por tantas que já me debrucei...
    Janelas de todas performances,
    janelas dos romances,
    janelas que já acenei...
    e fico com todas elas,
    porque sei que sem janelas,
    nunca mais eu cantarei...

    Leah, adorei tuas pinturas
    que coisa mais linda, que sonhos
    e o que mais gostei foi justo a de ver
    a tua janela, por ser verdade amo elas...
    Obrigada pela visita ao meu recanto,
    obrigada por me seguir, vomo eu tbém
    te seguirei e sempre que possa,
    vá a minha casa de volta, que feliz te receberei...

    Bjss
    Livinha

    ResponderExcluir
  3. Lindos maravilhosas, tanto os versos como as pinturas numa combinação bem inspirada,
    Alex Luis

    ResponderExcluir
  4. Vc é uma artista de mão cheia! Muito bom gosto,,,adore o seu trabalho!
    Uma bjoca bem gostosa,
    Sigilosa

    http://bastidoresdocotidiano.blogspot.com

    ResponderExcluir